Babosa para seu cabelo

Se você está procurando uma forma diferente de tratamento, talvez devesse começar a pensar em utilizar babosa para seu cabelo.

Quando se fala assim você pode imaginar que se trata de um remédio caseiro. Porém, o que você não sabe é que a babosa é uma planta medicinal, a qual você deve conhecer como Aloé Vera.

Isso mesmo, a maioria dos shampoos e cremes de tratamento utilizam o nome medicinal da erva. Então, você já pode começar a pensar que é uma excelente ideia usar babosa para seu cabelo.

Quais os benefícios da babosa para seu cabelo

A babosa tem algumas funções que ajudam na manutenção e recuperação do cabelo. Por isso mesmo seu uso tem ficado cada vez mais comum nos dias de hoje, por todo tipo de pessoas.

Então, são alguns dos benefícios da babosa:

  • Atua contra a queda de cabelo;
  • Ajuda a produzir colágeno;
  • Fortalece os fios;
  • Remove células mortas;
  • Hidrata;
  • Ajuda no crescimento;
  • Atua contra a caspa;

Assim, a babosa ou a Aloé vera surge como uma ótima opção de tratamento capilar. De qualquer forma, você só tem a ganhar com um produto que é natural e oferece ótimos resultados.

Como usar a babosa

Como já dissemos antes, não é incomum que cremes, shampoos e condicionadores já venham com a substância. Porém, é possível usar babosa para seu cabelo de forma mais artesanal.

Qualquer pessoa pode ter um pé de babosa em casa e fazer o seu próprio gel. É o gel de babosa que deve ser utilizado no cabelo e, assim, ajudar no tratamento contra diversos problemas.

Como fazer o gel de babosa

Cada folha da planta tem uma circunferência razoável e é coberta de espinhos. Então, siga nosso passo a passo para fazer o seu próprio gel:

  • Abra a folha com um corte vertical;
  • Retire o gel que há dentro da folha;
  • Para a quantidade retirada de cada folha você precisa de 1 copo de água;
  • Bata tudo no liquidificador.

Com isso você já terá o seu gel de babosa e pode começar a fazer a sua hidratação. Uma boa dica é seguir os seguintes pontos:

  • Após o banho, massageie o gel ao longo do cabelo e no couro cabeludo;
  • Aguarde por 30 minutos.
  • Enxague.

Existem outras variações, mas com isso você já consegue usar todo o poder da babosa.

Conclusão

Como você pode ver, usar babosa para seu cabelo é algo que tende a dar ótimos benefícios. Então, corra para o jardim e prepare agora mesmo seu gel de hidratação.

Clubhouse, App tem falhas de segurança

Queridinho do momento, Clubhouse, App tem falhas de segurança. O Observatório de Internet de Stanford analisou os protocolos da plataforma.

O Clubhouse consiste em uma espécie de diretório de salas de bate-papo em áudio e tem feito muito sucesso nos últimos meses. Segundo a Sensor Tower, o aplicativo teve 1,3 milhões de downloads desde que chegou, em abril de 2020.

Clubhouse, App tem falhas de segurança e dados ficam vulneráveis

Segundo relatório de um estudo feito pelo Observatório de Internet de Stanford sobre o Clubhouse, App tem falhas de seguranças que tem haver com sua construção.

Isso significa que os dados dos usuários ficariam vulneráveis e poderiam ser vistos até mesmo pelo governo chinês. O pacote de metadados de quem utiliza a plataforma não possui criptografia de ponta a ponta, ou seja, as informações podem mesmo receber acessos por outras pessoas.

De acordo com o estudo, um invasor pode saber se dois usuários estão em uma conversa. Além disso, pode identificar se estão em um mesmo canal. Ademais, o estudo identificou que a Agora, empresa responsável pelo App, possui acesso ao tráfego de acesso bruto.

Isso significa que caso o Clubhouse não tenha a criptografia de ponta a ponta, o conteúdo poderia ser interceptado. Inclusive pelo governo chinês.

Há outras problemáticas envolvendo o aplicativo. Um exemplo é o uso de servidor chinês, que faz com que a empresa deva cumprir a lei de segurança cibernética do país. Sendo assim, no caso de algum problema de cunho relacionado à segurança nacional, a companhia deve prestar apoio ao governo.

Logo, se o governo determinasse que uma conversa ameaça a segurança do país, o aplicativo teria que liberar o acesso desse conteúdo ao governo.

A defesa do Clubhouse

Em entrevista para a Reuters, um porta-voz da Agora informou que a empresa não possui acesso aos dados pessoais de seus usuários. Assim, não capta tráfego de voz ou vídeo que são gerados fora da China.

Além disso, deixou claro que o objetivo da empresa é monitorar a qualidade da rede e cobrar os clientes.

Apesar de também alegar que as devidas modificações estavam sendo feitas, os dados ainda estão vulneráveis ao governo Chinês. Inclusive, os usuários do país utilizavam a rede para discutir assuntos proibidos naquele território.

Contudo, nas últimas semanas, a China bloqueou o aplicativo. Porém, com a apreensão de informações, o governo chinês ainda pode ter acesso ao conteúdo e achar as pessoas que burlavam as regras do país. Desse modo, podem acontecer algumas sanções aos possíveis infratores.

Clubhouse, App tem falhas de segurança, mas continua sendo um fenômeno no mundo. Resta saber como a companhia e os órgãos necessários lidarão com esses problemas.

BNDES quem pode acessar?

O Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) é uma forma de conseguir financiamento para um negócio tão sonhado. Entenda aqui sobre BNDES quem pode acessar, para entender se a sua proposta é elegível.

O Banco surgiu em 1952, ao longo do segundo governo de Getúlio Vargas. Desse jeito, a missão era de criar projetos e programar políticas de desenvolvimento no país.

Dessa forma, o programa financia projetos de expansão e inovação. Ou seja, não é apenas um empréstimo, é um valor que só pode ser utilizado para fins expressos no contrato com o Banco. Logo, se a solicitação do pedido foi para melhorar a estrutura de uma empresa, esse mesmo dinheiro não poderia ser usado para campanhas, por exemplo.

Para esclarecer, a vantagem desse meio é que os créditos possuem juros bem abaixo que dos outros bancos. Além disso, oferece prazos maiores para a quitação dos valores do contrato.

Ficou interessado? Agora saiba como BNDES quem pode acessar e veja se a sua proposta de negócio está inclusa.

BNDES quem pode acessar

Outrossim, o Banco Nacional de Desenvolvimento atualmente financia atividades como:

  • Investimentos em empreendimentos, no que se refere a melhorias: infraestrutura, estudos, treinamentos, entre outros;

  • Aquisição ou produção de maquinário e ferramentas necessárias para a atividade da empresa;

  • Bens como serviços, instalações, softwares;

  • Capital de giro;

  • Exportação de produtos;

  • Compra de bens importados e todo o custo de chegada ao Brasil.

No entanto, há certas coisas que o programa não financia. Nessa linha, são elas:

  • Qualquer aquisição relacionada ao uso de armas;

  • Negócios como motéis, termas ou saunas;

  • Empreendimentos relacionados a jogos de sorte;

  • Atividades bancária ou financeira, excluindo aquelas que possuem apoio ao microcrédito.

Isso acontece porque há financiamentos específicos para cada tipo de negócios. Isso significa que os negócios acima não fazem parte da categoria estabelecida pelo apoio do BNDES.

Como funciona o processo?

Em primeiro lugar, o banco consulta seus dados, de forma que analise a sua situação de crédito e dados jurídicos. Assim, também analisará seu negócio, verificando se as solicitações fazem parte do que abrange.

Nessa linha, questões como garantia financeira e papel econômico entram em jogo. Ademais, os impactos no meio ambiente que seu negócio pode causar também passam por análise.

Em conclusão, se tudo der certo, acontece a contratação e o crédito entra na conta do cliente. Após isso, a instituição acompanha o projeto e o andamento dos gastos conforme o acordo.

Agora que você já sabe sobre BNDES quem pode acessar, é hora de começar a pensar em tirar aquele projeto de negócio do papel. Ou, em outros casos, pode melhorar o empreendimento que já tem.

Como funciona o sistema de consórcio?

Precisa de uma alternativa viável para adquirir bens ou serviços? Entenda como funciona o sistema de consórcio e saiba como utilizá-lo da melhor forma.

Consórcio é uma modalidade de compra que se baseia na união de um grupo de pessoas – sejam elas físicas ou jurídicas – que pretendem formar uma poupança para adquirir bens ou serviços.

Sendo assim, quem forma essas parcerias é uma instituição autorizada pelo Banco Central do Brasil. Além disso, a modalidade surgiu no Brasil nos anos 60, quando a indústria automobilística teve sua instalação no país.

Entenda como funciona o sistema de consórcio com as informações abaixo.

Como funciona o sistema de consórcio?

Normalmente, é criado um fundo comum para os participantes do consórcio. Esse valor é obtido de acordo com a disponibilidade do caixa.

Assim, acontece um sorteio com os participantes para utilizar o valor combinado. Isso acontece independente do número de parcelas que tenha pagado. Nesse sentido, todos os participantes do grupo possuem o mesmo direito de utilizar o crédito.  Assim, a contemplação pode ser no primeiro ao último mês e não se pode prever a data.

Há duas formas de ser contemplado:

Sorteios

O sorteio geralmente é forma contemplação mais usada em consórcios. Assim, há dois números que se referem ao grupo e à cota. Para tirá-los, basta utilizar as bolinhas numeradas, que são colocadas dentro de globos giratórios.

A quantidade de bolinhas depende do número de participantes. Porém, é preciso que a instituição tenha o dinheiro necessário para comprar o bem.

Lances

Os lances são feitos antes do sorteio. De forma que venha se estar pronto para isso, o consorciado deve poupar e, de ainda se informar sobre como as quantias do lance mudam nas assembleias. Para tanto, é natural conversar com pessoas já contempladas com lances no mesmo consórcio.

No lance, há um valor mínimo para oferta, estipulado pela instituição e que consta no contrato. Assim, ele não pode ser o montante de parcelas para vencer, já que o valor é debitado nos próximos pagamentos.

Dessa forma, é importante entender o lance almejar a contemplação nas assembleias de um consórcio.

Assim, com a liberação do valor acordado, o sistema solicitará alguns dados que garantem a quitação do valor que ainda falta. Quando tudo estiver acertado, o contemplado poderá fazer a sua compra ou contatar o serviço desejado.

E aí, se interessou? Conseguiu entender como funciona o sistema de consórcio? Pode ser o meio que você estava procurando para fazer aquela aquisição tão desejada!

Quanto custa fazer uma cirurgia plástica?

Quanto custa fazer uma cirurgia plástica é uma pergunta que muitas pessoas fazem na hora da precisão. Veja a resposta neste artigo.

A cirurgia plástica é um recurso tanto médico quanto de estética. Entretanto, nos dois caso o preço costuma ser alto. Isso porque exige a especialização por parte dos profissionais.

Além disso, é preciso o acompanhamento de anestesista a fim de garantir a segurança do trabalho. E a cirurgia deve obedecer a todas as regras dos conselhos que regulam a atividade.

Portanto, todos esses detalhes influem na hora de calcular o preço. Para que você tenha uma ideia aproximada de quanto custa fazer uma cirurgia plástica continue lendo este artigo.

Então, quanto custa fazer uma cirurgia plástica?

Embora cada tipo de cirurgia siga um padrão de regras igual, na prática o preço não obedece a nenhuma regra.

Ainda mais que o Conselho Federal de Medina (CFM) proíbe que os profissionais divulguem os preços desses serviços. O objetivo é evitar que os clientes sejam atraídos apenas pelo preço.

Com toda a certeza é uma ótima medida que evita, tanto a exploração quanto o atendimento por pessoas sem a prática necessária.

Uma cirurgia seja plástica ou não, envolve uma série de cuidados somente conhecidos por especialistas. Além disso, é preciso uma equipe de apoio e uma estrutura que deve incluir até mesmo uma UTI.

É preciso entender que mesmo que seja para os fins estéticos não deixa de ser uma cirurgia. Além disso, os casos de erro que provocam as lesões graves e até o óbito são realmente grandes.

Desse modo, cada profissional tem os seus modos de cobrança. O preço pode depender tanto das instalações quanto da capacidade e do conhecimento do profissional.

Além disso, as condições do paciente também devem ser consideradas na hora do cálculo. Somente com o exame pessoal será possível determinar o valor de uma cirurgia plástica.

O primeiro fator que você deve considerar é a real necessidade da cirurgia. Em seguida a confiança e a reputação da pessoa a quem você vai confiar a sua vida.

As considerações finais

A vida moderna e a busca frenética da felicidade e da autoestima ocasionaram uma corrida na área da estética. Por isso muitos falsos profissionais aparecem para enganar os desprevenidos.

Nesse sentido, muitas pessoas esquecem o bom senso na hora de decidir.

Portanto, a melhor resposta para a pergunta de quanto custa fazer uma cirurgia plástica é: nunca, nunca mesmo, faça uma cirurgia plástica considerando apenas o preço.

O que é IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados

Para entender o que é IPI você precisa saber que todas as vezes que compra algo produzido na indústria paga um imposto sobre o produto.

A verdade é que o Imposto sobre produtos industrializados – IPI pode ser cobrado sobre um chinelo ou sobre um carro. Se houve atuação de uma indústria para a produção, existe imposto.

Quem cobra e arrecada o imposto é o Governo Federal. Dessa maneira, as alterações sobre alíquotas e formas de cobrança também são outros pontos que são de responsabilidade do Executivo.

O que é IPI e seu caráter extrafiscal

A função principal do imposto, como não poderia deixar de ser, é arrecadar dinheiro para o Estado. No entanto, ele possui uma característica extrafiscal que também diz muito sobre ele.

Assim, o IPI é usado por governos para estimular ou desestimular a compra de um produto. Por vezes, governantes baixam o imposto sobre geladeiras, mas, por outro lado, aumentam sobre cigarros.

Quem paga o IPI?

Apesar de ser cobrado sobre todos os produtos, não é o consumidor final quem paga o IP diretamente. Assim, segundo o Decreto 7.212/10, o imposto deve ser pago obrigatoriamente por:

  • Importadores;
  • Indústria que produz o bem;
  • Importadores de produtos e filiais industriais;

Assim, como se pode perceber, praticamente todos os bens produzidos recebem a cobrança do imposto. O valor, então, é pago pela empresa responsável pelo seu encaminhamento ao mercado.

Quem é isento de IPI?

Como já dissemos, o IPI tem também uma característica extrafiscal e isso diz muito sobre o que é IPI. Por isso, há algumas isenções, sendo que são produtos isentos da cobrança de IPI:

  • Livros, jornais, periódicos e os papéis nos quais são impressos;
  • Produtos destinados à exportação;
  • Ouro;
  • Combustíveis, energia elétrica e derivados do petróleo.

Tudo isso ocorre para que essas atividades possam se desenvolver melhor. Como você pode perceber, na maioria dos casos de isenção, o motivo é social ou para valorização comercial brasileira

Qual o valor do IPI?

O valor das alíquotas do IPI está presente em um documento denominado Tabela de incidência do imposto sobre produtos industrializados. Então essa é a fonte para a resposta dessa questão.

Depois de encontrar a alíquota na tabela, é preciso fazer a conta. Isso porque a alíquota incide sobre o valor do produto, mais seguro, frete e demais despesas de produção.

Conclusão

Como você pode perceber, o IPI é um dos impostos mais cobrados no país. Então, agora que você já sabe o que é IPI, certamente não vai mais marcar bobeira e deixará os pagamentos todos em dia.