FIES é privado?

Os financiamentos estudantis estão no mercado há bastante tempo e muita gente ainda tenha dúvida sobre se o FIES é privado ou público.

A verdade é que o FIES está presente na vida de muitas pessoas, ajudando no pagamento do ensino superior. Por isso mesmo, você deve conhecer, certamente, alguém que já fez uso do programa.

O que é FIES?

O Fundo de Financiamento Estudantil – FIES foi criado em julho de 2001. O programa do Ministério da Educação tem como função conceder financiamento para estudantes de faculdades privadas.

O foco do programa é o ensino superior não gratuito e as instituições de educação que aderem ao programa. Assim, o Governo Federal ajuda no pagamento das faculdades privadas.

O beneficiado pelo programa estuda todo o curso com base em financiamento governamental. Apenas depois de formado e sendo capaz de entrar no mercado de trabalho, ele começa a pagar as parcelas.

Ainda, o grande diferencial do programa é o fato, em alguns casos o valor dos juros do financiamento é zero. Em outros casos, os valores são maiores, mas sempre buscando dar estabilidade aos alunos.

O FIES é privado?

Como você percebeu, o Fies não é privado, mas sim bancado e organizado pelo Governo. Em outras palavras, trata-se de um programa público, voltado para a educação superior.

Muita gente tende a confundir e acreditar que o FIES é privado porque os alunos estudam em faculdades privadas. Essas empresas, na verdade, fazem parcerias com o governo.

Assim, é possível que o Governo consiga melhores taxas e valores, dependendo da empresa. Desse modo, são disponibilizadas mais vagas para alunos que são beneficiados com o programa.

A ideia é permitir um maior acesso ao ensino superior, mesmo privado. Isso é importante porque o governo não é capaz de fornecer ensino superior gratuito para todos os interessados.

A importância do ENEM

Quando o aluno busca um financiamento, a nota do ENEM pode ser considerada. Além disso, outros programas podem permitir que o aluno tenha descontos iniciais no valor das mensalidades.

Assim, quando se é aprovado no FIES, mesmo não conseguindo 100% de financiamento, é possível pagar menos. Essa é uma ótima opção para quem tem pouco dinheiro para investir no momento.

Conclusão

Como você percebeu, o FIES é um programa governamental voltado para o financiamento estudantil. Apesar de os alunos estudarem em escolas particulares, é o governo quem banca o financiamento.

Então, quando alguém lhe disser que o FIES é privado, você já sabe onde está a confusão. Mas a pergunta que fica é: você já pensou em começar a faculdade? O FIES pode te ajudar.

Remédio testado no hospital de clínicas para Covid

Em meio a uma forte crise sanitária, uma boa notícia que se avizinha é um novo remédio testado no hospital de clínicas para Covid.

A notícia traz um pouco de esperança em momentos sóbrios e pode ajudar a tornar tudo mais fácil. Principalmente porque a doença tem se mostrado mais forte e persistente do que o imaginado.

Assim, novas drogas podem surgir para o tratamento adequado a qualquer momento. Assim, a continuidade da pesquisa e da valorização da ciência precisa estar sempre em primeiro lugar.

Qual é o remédio testado no hospital de clínicas para Covid?

O Hospital das Clínicas de Porto Alegre, no Rio grande do Sul, procura voluntários para testar um novo medicamento. O remédio de origem francesa recebeu o nome de ABX464.

O remédio já recebeu autorização de órgãos sanitários da Alemanha, Itália, Reino Unido e França. Nesses países, o medicamento já entrou na terceira fase de testes, a ultima antes da aprovação.

No Brasil, a Agencia Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA, concedeu a mesma autorização. A ideia é que o medicamento possa diminuir as chances de casos graves da Covid e internações.

Como o ABX464 funciona?

O remédio que está sendo testado no HC tem como função combater os sintomas mais graves. Ou seja, a ideia é que ele contribua para desafogar o estressado sistema de saúde.

A substância, inicialmente, era estudada para o tratamento de doenças inflamatórias crônicas. Inclusive, o medicamento chegou a ser testado como tratamento para HIV.

Um dos pontos mais interessantes é que o fármaco demonstrou três resultados muito interessantes e que podem ser utilizados no tratamento da Covid:

  • Efeito antiviral;
  • Anti-inflamatório;
  • Reparador de tecidos.

Os testes da fase 3 serão úteis para definir se o que está sendo testado no HC contra covid pode ter os mesmos resultados em seres humanos.

Remédio é promissor, mas vacina é o ideal

Ainda que o ABX464 seja um medicamento promissor, a vacina ainda é a melhor solução. Isso porque o remédio visa impedir a ocorrência de casos graves e a vacina pode proteger contra tudo.

Assim, os especialistas em saúde orientam que o ideal é que aqueles que podem se vacinar, continuem o fazendo. Somente assim será possível retornar, aos poucos, ao mundo como era antes.

Conclusão

Em meio à tantas notícias ruins, o remédio testado no hospital de clínicas para Covid surge como um sopro de ar fresco. Muitas pessoas já se voluntariaram e, em breve, teremos novidades.